Alimentação x Desempenho no Vestibular: Verdades e Mitos

Manter uma alimentação saudável tem feito parte da rotina de muitos brasileiros. Alguns querem apenas colocar a saúde em dia, outros estão na batalha contra a balança e almejam os tão sonhados quilinhos a menos. Mas, e aquela galerinha que anda estudando para o vestibular? Será que todos têm noção que este hábito do bem pode trazer benefícios para o seu desempenho no dia da prova?

Sabemos que a ansiedade é a vilã do mundo dos vestibulandos. E, esse é o principal fator que nos faz querer ficar comendo coisas nada saudáveis entre uma tarefa e outra. A falta de tempo também pode se tornar uma grande vilã, fazendo a gente se render aos fast-foods e aos lanches práticos de micro-ondas, que de saudáveis não têm nada. E ainda tem o café! Ah! Aquele café que nos deixa acordados e ainda vem cheio de açúcar.

Bom! Antes que você se desespere, relaxe e confira as verdades e mitos que separamos sobre a alimentação de quem está se preparando para o vestibular.

Evitar bebidas energéticas. Será?

Mito! Elas contêm substâncias que fornecem energia para aumentar o estímulo ao sistema nervoso. Assim, as bebidas energéticas contribuem para manter o candidato mais concentrado e colabora para um melhor raciocínio. O ideal é consumir essas bebidas na véspera da prova, preferencialmente no período da manhã, para evitar uma noite mal dormida.

Mas lembre-se: nada de exageros! Tudo em excesso, certamente não cairá bem.

O melhor é investir em doces, ricos em açúcar.

Nada disso, gente. Vamos entender melhor esse mito. Embora seja indicado o consumo de chocolates durante a prova, o excesso de açúcar na véspera do vestibular pode provocar desequilíbrio na glicemia. Essa condição pode ocasionar a fadiga e baixa concentração. Ou seja, pode prejudicar sim o seu desempenho.

As refeições devem ser realizadas ao menos 4 vezes por dia.

Verdade! É fundamental que os jejuns sejam evitados, principalmente nos dias que antecedem a prova. O ideal é realizar as refeições principais (café da manhã, almoço e jantar) nos horários corretos e intercalar lanches equilibrados. Boas opções de lanches são as frutas in natura, por exemplo, pois são ricas em fibras e colaboram para um ótimo funcionamento do intestino. 

Não é recomendado comer muito tarde na véspera.

Sim!! Nada de ir dormir muito tarde e nem se alimentar na calada da noite. O ideal é fazer a última refeição três horas antes de partir pra cama. Isso contribui para uma noite tranquila, e você ainda fica com mais energia e disposição para o dia da prova. Ah! Dormir bem é uma ótima pedida para a memória também.

Comer chocolate durante a prova contribui para um bom desempenho.

Muita atenção a esse tópico. Levar aquele chocolate para a prova pode ser muito bom, desde que vocês prefiram as opções com maior quantidade de cacau, de 70% para cima. Essa dica é muito válida até para os dias que antecedem a prova, pois o cacau é uma ótima fonte de antioxidantes.

Ficou mais tranquilo com sua alimentação? Separamos também algumas sugestões para o seu cardápio no dia da prova. Confira!

Café da manhã: ovos mexidos, vitaminas de banana e abacate, leite integral, café puro, bolacha de arroz integral, creme de ricota, frutas, pães integrais, iogurtes, queijos brancos;

Almoço: Filé de frango grelhado, peixes, arroz integral, feijão, saladas.

Antes da prova: bebida energética.

Durante a prova: água, água de coco, maçã, mix de castanhas, chocolates 70% cacau.

Ah! Temos mais uma dica para você. A Unisociesc oferece uma lista de cursos para você escolher aquele com o qual mais se identifica. Bora conhecer?