Escritório Modelo da UniSociesc abarca atividades práticas e projetos de viés social

Espaço simula ambiente real de trabalho do mundo da Arquitetura e aproxima universidade da comunidade do entorno 

Instalado no campus Florianópolis Continente, o Escritório Modelo é um espaço importante para os alunos do curso de Arquitetura. Ele simula um ambiente real de atuação do profissional, com cinco estações de trabalho, impressora, mesa para reuniões e até o local do cafezinho. 

Marcelo Eichstadt Nogueira, coordenador dos cursos de Arquitetura e Urbanismo e Engenharias da UniSociesc Florianópolis, conta que o Escritório foi inaugurado há dois anos e desde então é utilizado para desenvolver atividades de extensão e projetos que causam impacto social na comunidade. Entre os exemplos estão o trabalho de assessoria técnica realizado para a construção de uma creche em uma área carente, e o acompanhamento das obras de reconstrução de três casas que foram incendiadas em Monte Serrat. 

“Os alunos não precisam obrigatoriamente trabalhar no Escritório Modelo, mas nós incentivamos que ele faça isso. Lá, todo mundo colabora com o que sabe, os mais novos aprendem, o calouro faz pesquisa, visitas técnicas, e os mais avançados trabalham em produção de desenho e criação. É o local onde fazemos as reuniões técnicas e discussões”, afirma Nogueira. 

O Escritório Modelo abarca as atividades de extensão da área e os projetos multidisciplinares, tanto que neste semestre, os alunos do curso de Engenharia Civil também passaram a usufruir do espaço. 

Para Nogueira, ter um local como este colabora com a boa imagem do curso e da instituição perante a comunidade acadêmica, tendo em vista que permite que os estudantes tenham acesso a muitas experiências práticas e se aproximem da comunidade por meio dos trabalhos sociais. “Alguns alunos estão envolvidos em projetos do Escritório Modelo há dois anos, e isso faz muita diferença para a formação. Há uma participação boa dos estudantes e a tendência é que tenha volume maior cada vez maior.” 

Laboratórios com tecnologia, pá e enxada

Os alunos do curso de Arquitetura da UniSociesc contam com outros equipamentos no campus para o desenvolvimento das atividades práticas. Entre eles há o espaço maker –  com  impressora 3D e outros equipamentos ligados à tecnologia de ponta que permite a criação de protótipos. Os estudantes dispõem também de um laboratório específico para atividades práticas de construção que reúne itens para obras como betoneira, equipamento de medição, e até as ferramentas clássicas como pá e enxada.

Outro laboratório importante para a formação dos arquitetos é o de informática, equipado com os softwares mais modernos do mercado. “Os alunos já aprendem com os programas que os arquitetos usam no mundo trabalho. Além disso, estamos implementando dentro do laboratório de informática uma plataforma de realidade virtual para ensaio em 3D dos projetos, com uso de óculos. A ideia é que os alunos usem um software livre para fazer ensaios de realidade virtual dos seus projetos”, explica Nogueira. 

O currículo da UniSociesc e a infraestrutura disponibilizada prevê a formação de um profissional alinhado às tendências de mercado, seja para o urbanista que vai atuar em pequenas cidades com revitalização de espaços públicos, em construções sustentáveis, ou projetos de inovação em que fechaduras, geladeiras, fornos e aquecimento estão todos conectados à internet.