Medicina Veterinária é o curso certo pra mim? Medicina Veterinária é o curso certo pra mim?

Medicina Veterinária é o curso certo pra mim?

Amar animais é um pré-requisito básico (e meio óbvio, não é?) para escolher Medicina Veterinária, mas muitas outras características também são bem importantes. Vale lembrar que o curso está relacionado com saúde, então, ter equilíbrio emocional para cuidar dos animais e, no caso dos pets, para lidar com os seus tutores, é imprescindível.

Em sua rotina, o médico veterinário vai realizar diversos procedimentos e atendimentos e, por conta disso, é importante ter paciência, sensibilidade, ser detalhista e minucioso. Ter a habilidade de tomar decisões rápidas é fundamental, pois transmite segurança e demonstra comprometimento.

E o mercado para Medicina Veterinária, como vai?

O mercado de Medicina Veterinária vai muito bem, obrigada! E ainda detém alguns números bem interessantes, confere aí: o Brasil é o segundo maior país do mundo em população de cães, gatos e aves e é também o quarto maior em população total de animais de estimação. No mercado pet, é o terceiro maior do mundo, alcançando em 2017 um faturamento de mais de R$ 20 bilhões. Os dados são da Associação Brasileira da Indústria de Produtos para Animais de Estimação (Abinpet) e, mais do que impressionar, nos mostram como a área pode ser promissora.

De fato, quando se fala em Medicina Veterinária, o segmento de pets é o que gera maior interesse. E não é para menos, o segmento de saúde animal passou do 9º para o 1º lugar no Brasil, movimentando cerca de R$ 600 milhões anuais. Esse crescimento é resultado de uma mudança significativa: a medicina veterinária de pets vem migrando de curativa para preventiva e, por isso, há uma crescente no número de clínicas e hospitais veterinários, que empregam uma quantia significativa de profissionais.

Mas, se trabalhar no segmento pet não é sua praia, a Medicina Veterinária tem outras mais de 80 áreas de atuação (confere aqui a lista feita pelo Conselho Federal de Medicina Veterinária). Escolha aquela que combina com o seu perfil, especialize-se e bora encontrar as melhores oportunidades.

Curiosidades sobre a carreira

Nem só do trabalho com animais vive o médico veterinário. Isso mesmo, desde 1998, quando a Medicina Veterinária foi reconhecida pelo Conselho Nacional de Saúde (CNS) como profissão da área de saúde, houve uma ampliação de oportunidades para os profissionais e muitos deles passaram a atuar nessa área.

Um pouco mais tarde, em 2011, a categoria foi integrada às equipes multiprofissionais do NASF, o Núcleo de Apoio à Saúde da Família. Essa chancela do Governo Federal permitiu aos médicos veterinários atuar ao lado de outros profissionais em prol da qualidade da saúde pública nos municípios brasileiros.

É o médico veterinário, por exemplo, que visita domicílios brasileiros para avaliar possíveis riscos à saúde decorrentes da interação entre os seres humanos, os animais e o meio ambiente. É ele, também, que trabalha na prevenção, no controle e no diagnóstico situacional das zoonoses, as doenças transmitidas ao homem pelos animais, como a dengue, leptospirose, febre amarela, entre outras.

Então, está pronto para começar a faculdade e ter sucesso na carreira? Saiba mais sobre o curso