Quais ferramentas do LinkedIn você deve usar

Por Gabi Gonçalo
Co-autora do livro Social Selling 4.0, gerente de marketing da Netshow.me, empreendedora e consultora para empresas de tecnologia e inovação.
Em 2018, foi escritora destaque indicada pelo Linkedin Brasil.

O LinkedIn é a melhor ferramenta para trabalhar a sua marca pessoal e se posicionar no mercado. Já falamos sobre a importância de montar seu perfil, construir a rede de contatos e também acessar as vagas de trabalho disponibilizadas na plataforma. Qual é o próximo passo?

Existem ferramentas disponibilizadas no próprio LinkedIn que, se bem usadas, podem potencializar os resultados obtidos na rede social. Quais são elas? Confira a seguir:

 

PARTICIPE DE GRUPOS DA SUA ÁREA DE INTERESSE

Além de criar sua rede, existe outra opção imprescindível para utilizar no LinkedIn: os grupos. E pode-se dizer que são uma verdadeira mina de ouro para você promover networking, ficar por dentro das tendências do nicho escolhido e se posicionar como referência.

Segundo o LinkedIn, existem mais de 1,5 milhões de grupos na plataforma. É possível participar de até 50, mas é o recomendado? Depende. Pense em quais são seus objetivos ao usar a rede social e escolha o número que considerar adequado. Pense numa quantidade de grupos na qual você conseguirá ser engajado, podendo, assim, maximizar sua experiência.

Você pode utilizar o campo de busca, no canto superior da tela, e clicar em grupos para começar sua busca. Utilize palavras-chave relativas à sua área e alinhadas ao seu interesse profissional. Procure nos resultados e, ao escolher um grupo, clique e solicite sua entrada – então, é só esperar a aprovação do proprietário.

 

CONCEDER E SOLICITAR RECOMENDAÇÕES

O LinkedIn é baseado em abrir portas no meio profissional e você pode desfrutar de outro recurso: as recomendações. Como você pode imaginar, elas ressaltarão suas competências e facilitarão a avaliação de contatos e recrutadores.

Aliás, leve em consideração o fato das recomendações não falarem somente do usuário que a recebe, mas também de seu autor. Afinal, suas convicções possuem influência direta nos pontos que você considera valiosos.

Lembre-se também do quão importante as recomendações são não só como um endosso de suas habilidades, mas também como insights de pontos a serem desenvolvidos. Sem contar no fato de poder ter citações para utilizar no seu currículo, fator que facilitará o estabelecimento de sua autoridade.

Para recomendar um usuário, é necessário ter uma conexão de primeiro grau com a pessoa. Então, vá ao perfil, clique em mais e selecione recomendar. Você deve preencher os campos relacionamento e cargo na época. Pronto: agora é só começar seu texto.

Ao escrever uma recomendação, pense na importância de prender a atenção do leitor. Comece com uma abertura impactante, dê contexto à sua relação com este profissional e fale sobre os pontos fortes desta pessoa – aqueles que serão considerados diferenciais. Não se alongue muito e mantenha o profissionalismo neste texto.

Também é possível solicitar que um profissional recomende você, desde que tenha uma conexão de primeiro grau com essa pessoa. Abra seu perfil, vá em recomendações e pedir recomendação. Você deve detalhar seu relacionamento e cargo antes de concluir o processo – e esperar.

 

APRIMORE-SE COM O LINKEDIN LEARNING

E por ser uma rede social com foco nas relações profissionais, a plataforma oferece o LinkedIn Learning. Trata-se de uma plataforma de cursos online para aprimorar os conhecimentos de seus usuários. São mais de 15 mil cursos criados por especialistas de diversos nichos.

Para acessar o recurso, clique em soluções e depois selecione LinkedIn Learning. A solução é disponível somente aos usuários assinantes do LinkedIn Premium. Hoje, o plano mais barato que permite o acesso custa R$ 29,90. Você pode baixar as aulas no seu dispositivo móvel para assisti-las offline e, após concluir, recebe o certificado.

 

INTEGRE SEU PERFIL AO SLIDESHARE

Sabia que o LinkedIn permite a integração com outros aplicativos? Entre os mais úteis ao seu perfil, com certeza está o Slideshare. Trata-se de uma plataforma para você hospedar suas apresentações – semelhante ao PowerPoint, do pacote Office.

Por que é importante? Ao utilizar os recursos do Slideshare, será possível enriquecer ainda mais seu perfil no LinkedIn. É possível anexar uma apresentação que mostrará o que você pode oferecer e fortalecer ainda mais a sua autoridade na plataforma.

Para integrar seus perfis nas duas plataformas, você precisa ir à central de aplicativos e procurar pelo Slideshare. Clique nele para instalá-lo e em seguida defina se será exibido na página inicial, de perfil ou ambos. Vá em atualizar configurações e em seguida faça login na outra plataforma para confirmar a integração, e pronto!

E aí, gostaram de conhecer algumas ferramentas que tornarão sua experiência no Linkedin ainda melhor? No próximo artigo, vamos falar sobre o que deve ser evitado na rede social – afinal, é sempre importante seguir as boas práticas sociais. Enquanto você espera, que tal comentar aqui embaixo sobre como essas ferramentas ajudaram?

Este é o terceiro texto de uma série de posts, continue acompanhando para conferir mais dicas sobre o LinkedIn.

Acesse o primeiro texto: Como montar um perfil legal no LinkedIn
Acesse o segundo texto: Como usar o LinkedIn