Só para cursos de licenciatura: saiba como obter uma bolsa de estudos do Pibid

Programa permite a iniciação do universitário no ambiente da educação básica ainda na primeira metade da sua graduação

Se você está cursando ou pensando em cursar uma licenciatura, pode cogitar disputar uma bolsa do Pibid, concedida a alunos participantes de projetos de iniciação à docência desenvolvidos por instituições de ensino superior (IES).

Mas o que é Pibid? O Programa Institucional de Bolsa de Iniciação à Docência é uma ação da Política Nacional de Formação de Professores do Ministério da Educação (MEC) que visa melhorar e valorizar a formação de professores para a educação básica. Os estudantes de licenciatura são inseridos no universo das escolas públicas desde o início da sua formação acadêmica, para que desenvolvam atividades didático-pedagógicas, sempre sob acompanhamento. Com essa iniciativa, o Pibid faz uma articulação entre a educação superior (por meio das licenciaturas), a escola e os sistemas estaduais e municipais.

A intenção do programa é unir as secretarias estaduais e municipais de educação e as universidades para a melhoria do ensino nas escolas públicas em que o Índice de Desenvolvimento da Educação Básica (Ideb) esteja abaixo da média nacional, que é de 4,4.

Entre as propostas do Pibid está o incentivo à carreira do magistério nas áreas da educação básica com maior carência de professores com formação específica: Ciência e Matemática para o Ensino Fundamental; e Física, Química, Biologia e Matemática para o Ensino Médio.

Os projetos promovem a iniciação do estudante de licenciatura no ambiente escolar ainda na primeira metade do seu curso. Os alunos são acompanhados por um professor da escola e por um docente de uma das instituições de educação superior participantes do programa.

Valores

Há cinco modalidades de bolsa aos participantes do projeto institucional, pagas pela Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (Capes), órgão do Ministério da Educação, incluindo alunos e professores. Para os discentes, há uma bolsa de “iniciação à docência”, voltada aos alunos de licenciatura das áreas abrangidas. O valor é de R$ 400 mensais.

Como funciona

O sistema funciona da seguinte forma:

  • O Pibid oferece bolsas em parceria com escolas de educação básica da rede pública de ensino, através da oferta de bolsas de iniciação ao ensino aos alunos de licenciatura que se dediquem aos projetos de iniciação à docência desenvolvidos por IES.
  • As IES públicas e privadas com e sem fins lucrativos que oferecem cursos de licenciatura podem se candidatar, apresentando à Capes seus projetos de iniciação à docência conforme os editais de seleção publicados.
  • Os bolsistas do Pibid são escolhidos por meio de seleções promovidas por cada IES. As bolsas são pagas pela Capes diretamente aos bolsistas, via crédito bancário. A vigência da bolsa é regida por edital da Capes, que estabelece uma duração máxima de 18 meses, não podendo ser prorrogada.

Os requisitos mínimos para o recebimento de bolsa de iniciação à docência são:

  • Ser brasileiro ou possuir visto de permanência no País;
  • Estar em dia com as obrigações eleitorais;
  • Estar regularmente matriculado em curso de licenciatura de uma instituição de ensino superior;
  • Ter concluído no máximo 60% da carga horária regimental do curso de licenciatura ao ingressar no programa;
  • Ser aprovado em processo seletivo realizado pela IES;
  • Não possuir outro tipo de bolsa;
  • Declarar que possui pelo menos 32 horas mensais para dedicação às atividades do Pibid, sem prejuízo das atividades do seu curso;
  • Firmar termo de compromisso, por meio do sistema próprio da Capes;
  • Não ter participado como bolsista, por período superior a 18 meses, em qualquer subprojeto ou edição do Pibid.

O prazo de inscrições varia de acordo com a licenciatura. Você pode obter mais informações junto à sua faculdade – responsável pelo processo seletivo – ou no site da Capes