Tudo o que você precisa saber sobre como usar a nota do Enem

Prepare-se! Vamos trazer resumidinho e simplificado como você deve usar a sua pontuação do Enem para ganhar tempo na busca pela faculdade, curso e forma de ingresso.

Em 1998, para facilitar o desempenho de estudantes que finalizavam o ensino médio e pretendiam seguir estudando, o Ministério da Educação, MEC, criou o vestibular unificado, o famoso Enem – Exame Nacional do Ensino Médio. Então, apesar de aumentar a competitividade na busca de uma vaga no ensino superior de qualidade. E, isso estimulou muito a concorrência entre todas as instituições de ensino, o que é bom para quem quer estudar.

O Enem domina!

O exame passou a ser usado pela maioria das universidades públicas e privadas, graças ao seu sucesso e credibilidade. Logo, é uma iniciativa que democratiza as vagas disponibilizadas para graduação, principalmente nas instituições federais de ensino superior, além de ajudar na oferta de bolsas, parciais e integrais, na rede particular.

Desde então, estudante tem 4 possibilidades de utilizar o Enem para continuar os estudos.

 

PROUNI

Quem pode participar? Claro, pretendentes ao ensino superior em instituição privada, em todo Brasil.

Quais são os Critérios? Fazer pelo menos 450 pontos nas provas objetivas e nota maior do que zero na redação. Como também, haver realizado o último Enem do ano vigente. Além disso, ter renda bruta familiar até 2,5 salários mínimos / pessoa. E, ter solicitação que não seja para obtenção de novo título ou pós-graduação.

De quanto é a bolsa? 50 ou 100%.

Inscrição: início de semestre, em datas divulgadas, antes do período do ciclo letivo e sem taxa.

Onde: através do sistema on-line do Governo, clique e acesse o site do Prouni.

 

SISU

Quem pode participar? Anota aí, candidatos(as) ao ensino superior em instituição pública em todo país.

Quais são os Critérios? Ter tirado no mínimo 450 pontos nas provas objetivas e nota diferente de zero na redação. Como também, ter realizado o Enem do último concurso. E mais, ser a 1ª vez que irá fazer um curso superior.

De quanto é a bolsa? 100%.

Inscrição: 2 vezes por ano, uma a cada semestre, em período definido pelo Governo, e sem taxa.

Onde: você consegue fazer quase todo o processo de forma digital no site do Sisu.

 

FIES

Quem pode participar? Pessoas que desejam fazer o ensino superior de instituições brasileiras públicas ou particulares.

Quais são os Critérios? Veja só, ter alcançado pelo menos 450 pontos nas provas objetivas e nota acima de zero na redação. Mas, é preciso ter concluído o ensino médio e a partir de 2010 realizado o Enem. Além disso, ter renda bruta familiar de no máximo 2,5 salários mínimos por pessoa. E, não ter diploma do ensino superior.

Ah, optar por áreas de maior prioridade, como a docência, saúde e engenharias aumentam as chances. Copiou?

Como é o financiamento? Os juros são mais baixos do que os de mercado e só começa a pagar depois de formado.

Inscrição: antes do início de cada semestre letivo e sem taxa.

Onde: você tem todo o passo a passo no site do Fies.

 

ACESSO DIRETO

Quem pode participar? Aí sim, todos e todas que desejam fazer o ensino superior em instituições privadas.

Quais são os critérios? Ter tirado pelo menos 450 pontos nas provas do Enem. Além disso, ter feito Enem a partir de 2010.

Quais são as condições? Além de garantir o acesso, havendo vagas, é comum a oferta de bolsas escalonadas com a nota do Enem. Assim, em alguns casos podendo chegar a isenção de até 100%.

 

E mais, fique atento uma outra modalidade: complemento à pontuação do vestibular

 

Algumas instituições usam o Enem para complementar a nota do vestibular exclusivo. Então, essa ação é mais comum nas escolas públicas, exceto as federais, mas pode ocorrer também na rede particular.

 

Quer saber mais? Continue lendo.

Essas universidades costumam aceitar a nota no Enem como complemento da pontuação do vestibular tradicional. Então, neste caso, o estudante precisa fazer as 2 provas (Enem + vestibular).

Enfim, a pontuação final é considerada pelo desempenho dos 2 exames. Assim, a sua nota do Enem pode te ajudar, e muito, a conquistar sua vaga.

Nesta forma de ingresso, depende de cada instituição as definições de data e local da inscrição e se haverá ou não alguma taxa. Na UniSociesc, você resolve tudo pelo site.

 

A UniSociesc apresenta ainda outras formas de ingresso que independem do Enem, como o Vestibular Agendado e avaliação do Histórico Escolar. E, se você já está estudando em outra instituição é só pedir a transferência. Além de outras formas de financiamento e apoios como: bolsa atleta, convênio empresas, Pravaler, Seguro Estudantil e Uniedu. Ou seja, só não vem pra UniSociesc quem não quer ter acesso a Melhor Instituição de Ensino Superior de Santa Catarina, entre as públicas e privadas, nota máxima no MEC.

 

Ainda mais, você vai estudar num ambiente moderno, com alta tecnologia, preparado para todos os cenários do mundo contemporâneo e que quer você assim, do seu jeito!

 

UniSociesc. Afinal, aqui, você cria e constrói o futuro.