Unidades Curriculares: por que fazem mais sentido no currículo da Unisociesc

Unidades Curriculares (UCs) trabalham os assuntos de forma integrada, em vez de compartimentá-los em disciplinas isoladas

Se o conhecimento não se constrói de maneira fragmentada, tem sentido os currículos das instituições de ensino superior serem divididos em disciplinas tão isoladas? 

Acreditamos que não. Por isso, o aluno aprende de forma integrada, aliando espaços físicos e digitais, metodologias ativas e conhecimento construído de maneira fluida, sem separá-lo em “caixinhas.”

Como fazemos isso? As disciplinas clássicas, exigidas pelas diretrizes curriculares dos cursos, foram reorganizadas nas chamadas Unidades Curriculares (UCs), que trabalham os assuntos de forma integrada, assim como acontece na vida. 

“A separação em disciplinas é artificial e cabe ao aluno juntar tudo no mercado de trabalho ou no trabalho de conclusão de curso. Na Unisociesc e demais instituições que compõem a Ânima Educação, como em grandes escolas do Brasil e do mundo, trabalhamos a lógica dos currículos integrados, onde estes assuntos se conversam e permitem serem abordados com maior profundidade, como na vida real”, afirma Rodrigo Neiva, diretor personalização da Vice-Presidência Acadêmica da Ânima Educação.

Certificação e aulas com dois professores

Oferecer uma graduação naquele antigo formato de disciplinas isoladas é “pegar um curso inteiro e quebrá-lo em pedaços”, na visão de Denise Campos, vice-presidente acadêmica da Ânima Educação. “O que fizemos foi reorganizar todo o conteúdo em UCs. Cada uma delas é uma espécie de minicurso, tanto que ao concluí-la, o aluno recebe uma certificação”, explica. O conjunto dessas certificações confere o diploma ao estudante. 

As Unidades Curriculares dos cursos da Unisociesc trabalham os conteúdo sob três aspectos: o conceitual (que aborda conceitos e concepções); o procedimental (que trata de habilidades e operações); e o atitudinal (atua com as soft skills e competências socioemocionais). 

Duas UCs diferentes são aplicadas em dois dias da semana cada, e são ministradas por dois professores que se complementam. “Temos uma UC, por exemplo, chamada de Tomada de Decisão, que possui tanto conteúdos de matemática e estatística quanto de comunicação e liderança. Por isso temos professores com diferentes formações em uma mesma UC”, explica Denise Campos. 

Além das UCs, o estudante também pode complementar a formação e personalizar seu percurso na universidade com os cursos de extensão. Alguns cursos exigem, ainda, outros componentes curriculares como o trabalho de conclusão de curso (TCC) e estágio.

Possibilidade de cursar UCs em empresas parcerias 

Outra possibilidade das UCs é a que algumas delas podem ser cursadas dentro de empresas e companhias parceiras da Ânima Educação, que se transformam em espaços de aprendizagem. 

O trabalho é supervisionado pelos professores e a avaliação é feita tanto no ambiente profissional como no acadêmico. Ao final, o aluno recebe um certificado dual assinado pela empresa e pela universidade. Muitas vezes a competência adquirida o habilita até a pleitear uma vaga no mercado de trabalho, mesmo antes de concluir a graduação.