UniSociesc conquista Prêmio Empresa Cidadã da ADVB/SC

A cerimônia de entrega do principal prêmio na área de cidadania empresarial será realizada no dia 18 de julho, na Federação das Indústrias do Estado de Santa Catarina (Fiesc), em Florianópolis. O objetivo do projeto “Contando Histórias e Cantando Poesia” é contribuir com o desenvolvimento da leitura e oralidade dos acadêmicos por meio de vivências e a ludicidade das histórias contadas.

Com uma coletânea de histórias e poemas, escolhidos pela equipe do projeto a partir de suas memórias, o público alvo pôde viajar nos enredos contados e cantados. Nos sábados, a equipe de bolsistas se reúne para “Contar Histórias e Cantar Poesia” em casas de repouso de Joinville e para crianças em eventos como a Feira do Livro, por exemplo. A arte de contar histórias está no cotidiano do ser humano desde o seu nascimento. Esta arte aparece em conversas formais, informais, em casa ou na escola, basta que tenha um ouvinte e a oportunidade para a contação acontecer.

“Este projeto torna-se relevante a partir do momento em que promove a autonomia do saber de quem conta e a curiosidade por ouvir do ouvinte. E, nesta experiência, quem participa ganha e dissemina conhecimento e experiências. Os bolsistas participantes vivenciam isso na íntegra, pois para ir a campo necessitarão participar de buscas por histórias que ouviram na infância e adolescência”, explica Mara Jeanny, professora de Pedagogia da UniSociesc e responsável pelo projeto.

E Mara completa: “Nesta busca, exercitam a leitura e a subjetividade por vezes sufocada pela correria da vida de adulto. Os resultados são perceptíveis no nível de autonomia e conhecimento apresentados pelos contadores que já trabalham como multiplicadores da ideia em seus cursos, em suas comunidades. Esses resultados não são objetivos e nem mensuráveis, pois a subjetividade humana é foco”.

O Prêmio Empresa Cidadã, promovido pela Associação dos Dirigentes de Vendas e Marketing de Santa Catarina (ADVB/SC), teve a avaliação dos cases realizada por professores da ESPM (Escola Superior de Propaganda e Marketing). O prêmio se divide em três categorias: Preservação Ambiental, Participação Comunitária e Desenvolvimento Cultural, e teve um acréscimo de 65% nas inscrições dos cases este ano.

Há 21 anos, o prêmio tem o objetivo de reconhecer as empresas catarinenses que praticam a responsabilidade social e são comprometidas com o bem-estar da sociedade. “Não seria possível fazer a diferença na vida de tantas comunidades se as empresas não fizessem o seu papel social nas comunidades onde atuam. Conheceremos projetos que realmente fazem a diferença e contribuem para o desenvolvimento sustentável da sociedade”, afirmou Luciane Pinheiro Pedro, diretora do Prêmio Empresa Cidadã.

Inscreva-se